Skip to content

Weapons of mass destruction

Abril 12, 2017

Image result for weapons of mass destruction quotes

Pode ser que esteja a ficar paranóico, mas o ataque com armas químicas alegadamente perpetrado por Assad cai que nem sopa no mel na administração Trump. Sabemos, de acontecimentos passados, como o gritar “armas químicas” ou of mass destruction, pode ser instrumental para os desígnios das administrações norte-americanas. Em tempos serviu para invadir um país, sem se perceber bem porquê, e com as consequências que estão patentes. Agora quando o cerco se apertava em torno de Trump, quando as ligações à Rússia por parte dos seus assessores e braços-direitos se tornavam evidentes, surge um acontecimento que permite a Trump assumir uma posição de força perante essa mesma Rússia de que se desconfia ter sido a obreira da sua eleição. Demasiado conveniente, se me perguntam.

Depois que sentido faz um ataque com armas químicas quando a insurreição síria se encontra praticamente esmagada? Em que plano militar isto seria sensato? Dando de barato que não exista sensatez na guerra – em qualquer guerra – não é no entanto judicioso desprezar a sua imensa dimensão estratégica. E neste plano, que sentido faria suscitar uma comoção internacional desta grandeza quando se tinha a guerra contra as denominadas forças rebeldes praticamente ganha? Mas para Trump este é o volte-face que tanto necessitava para reabilitar a sua imagem perante os americanos. Afrontando directamente os russos dificilmente se poderá doravante pensar que estes possam ser seus aliados; mais ainda que possam estes ter sido estratégicos na sua eleição… de forma ilegal. Será expectável que nos próximos tempos a popularidade de Trump comece a subir. É o efeito de Trump ter finalmente criado a ilusão que a América pode ambicionar o lugar de superpotência mundial novamente. Trump e a sua administração precisam desesperadamente de uma guerra. Está nos livros dos neocons, para quem belicismo e make america great são sinónimos. E veja-se como o mundo se deixa encantar com o regresso do polícia global que frequentemente os USA chamam assim. Como se esta responsabilidade, assumida unilateralmente, correspondesse aos interesses desse mesmo mundo. Ninguém estranha que depois de anos em que todos estavam convencidos de controlarem as armas químicas no cenário de guerra sírio, os americanos consigam descobrir a base onde estas se encontravam armazenadas… em dois dias! É um prodígio de eficiência. De duas uma, ou sabiam e nada fizeram – assim como os russos -, ou alguém achou conveniente criar a coincidência entre um ataque com gás sarin e a imperativa necessidade da administração norte-americana mostrar que afinal está contra os russos. Até a reacção dos russos é mansa e não atinge a dimensão expectável que um ataque directo a um seu aliado poderia produzir. Parece tudo muito bem encarreirado, certinho e pronto a servir. Apenas me pergunto se toda gente sabia onde estavam armazenadas tais armas porque não fizeram nada antes de forma a evitar que morressem centenas de civis com escoriações químicas?

Anúncios
No comments yet

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: