Skip to content

Sinais de histeria

Outubro 12, 2015

Interessante é ver o frio que percorre a espinha dos comentadores políticos perante a hipótese de um entendimento das esquerdas. Mesmo os mais dados a criticar o governo da coligação – como por exemplo Miguel Sousa Tavares – arrepiam caminho face a essa possibilidade. Outros, de useira e vezeira hipocrisia analítica – como Maria de Fátima Bonifácio ou Helena Matos – embrulham-se nos argumentos mais patéticos para segurarem as suas princesas aos cadeirões do mando absoluto. Convém dizer que o PS caso impedisse um governo minoritário PSD e CDS-PP não faria mais do que aquilo que os segundos fizeram ao chumbar o PEC IV de Sócrates, “sem alternativa”, como então se dizia. Só a capciosidade política dos comentadores de direita impede de ver isso. Os mesmos argumentos que agora cospem para o ar poderiam ter sido então invocados em nome da estabilidade política. Na altura, porém, nenhum deles quis saber da estabilidade política para nada – a sede do tacho e de fazer um pleno da direita (presidência e governo) era muita.

Ora a estabilidade não é um valor absoluto. Os regimes que assim a consideram chamam-se totalitários, como bem viu Arendt. No totalitarismo o bem mais precioso é a estabilidade; e os regimes fazem tudo, incluindo dizimar ameaças internas, para a manter. Ideológica ou relacional, esta vontade de estabilidade favorece sempre quem detém o poder… e o quer prender a qualquer custo.

O nosso presidente da república, Cavaco Silva, tem demonstrado ao longo das suas presidências uma imparcialidade duvidosa. Aquela imparcialidade a que se vê obrigado constitucionalmente. Pois não a tem cumprido. Eu não consigo ver problema nenhum em empossar um governo apoiado por praticamente 3 milhões de portugueses. Ora a PAF recebeu um milhão e novecentos mil – é fazer as contas como diria Guterres. Só os votos de Costa e Catarina Martins metem a PAF num chinelo. Isto são contas de caca. O que interessa é se o nosso presidente vai pela primeira vez ter a hombridade de respeitar o seu lugar constitucional ou não.

Enquanto isso hienas de todo o jaez espinoteiam pelas redes sociais e comunicação social gritando que vem aí o Syriza e por consequência o abismo.

Anúncios
No comments yet

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: