Skip to content

Dilemas socráticos

Junho 18, 2009

É comum ouvir por estes dias que Sócrates está a fazer uma operação de charme e que a uma postura arrogante e brusca estaria a querer substituir por uma (falsa) atitude de concordância e diálogo. No fórum da TSF foi a litania mais reiterada dentre os testemunhos dos ouvintes pressurosos em maltratar o nosso primeiro. Contrariamente ao seu homónimo clássico, o nosso Sócrates não é muito dado a dialécticas preferindo atalhar caminho reclamando razão apriorística. Não se desse o caso de vivermos mergulhados num país de mentiras, mais fantasiado (mas não fantasista) do que o país imaginário de Alice, e qualquer pessoa constataria que do outro lado da trincheira se encontra um monstro de simpatia, bonomia e compreensão chamado Manuela Ferreira Leite. Mas a aparente inconsistência tem a virtude de remeter-nos para o fulcro dos diálogos socráticos, ou seja, ao obrigar-nos a escolher perante definições de uma mesma entidade aparentemente incongruentes, lança-nos em aporia. E dela, infelizmente, é que nunca mais saímos. Por isso, temos um partido da oposição a rilhar os dentes com acusações sibilinas de arrogância absolutista e de crueldade mongol ao nosso primeiro, quando o que tem para apresentar como cabeça de cartaz destacou-se em tempos como o paradigma nacional da sobranceria e do quero, posso e mando, mais conhecido por prepotência.

Se há assunto em que o velho ditado da memória curta tem cabimento é este relativo à comparação entre Sócrates e Ferreira Leite. Mas deve isto espantar-nos, quando Paulo Portas acusa as sondagens de serem meros instrumentos do governo, sendo que ele próprio foi o director de instituto de sondagens? Ele lá saberá, e a nós nada nos parece demasiado pérfido para que nos faça perder o sono. Veio moção de censura e ninguém (ou pelo menos eu) percebeu muito bem o que se censurou ao governo…para além da postura socrática, deste nosso Sócrates, que pouco tem de dialogante, ao contrário do outro que apenas queria demonstrar a nossa ignorância. E na ignorância ficámos todos perante o desconhecimento, agora agravado, do que seria uma alternativa do partido que apoiou a moção de censura, o PSD, levantada pelo CDS-PP. Ficámos, todavia, a saber que, no geral, não se trata de uma questão de políticas, mas sim de postura, dado que foi isso que apareceu repetido à exaustão pelos faustosos deputados do PSD e do CDS. Eles, coitados, que sempre se caracterizaram por uma postura humilde, bem figurada, à falta de melhor exemplo, no régio cartaz de campanha de Nuno Melo que parece dizer-nos Le Roi, c’est moi – e bem assim, acreditemos que seja o rei da falcatrua e do show-off. Pelo menos postura não lhe falta.

Encontramo-nos portanto perante um dilema: dois candidatos que não têm rigorosamente nada para oferecer se não as suas (más) posturas. Será uma batalha de posturas e não de titãs a que se avizinha. Mas será também uma batalha de artifícios. De um lado, Sócrates, abandonado pelas sondagens e pelo voto a tentar fazer uma operação de cosmética segundo a linhas enunciadas por António Vitorino: menos números e mais sentimento. Do outro, um candidato desesperadamente à procura de aprender a sorrir. É entre isto que o país vai escolher: beijinhos nas criancinhas e sorrisos apalermados, declarações ecuménicas e bonomia rasteira. O TGV e o desemprego são meros adereços perante estas questões de supina importância. O povo vai estar suspenso na incógnita dos centímetros de distância a que Ferreira Leite deixa as massas populares e saber se Sócrates conseguirá explicar às peixeiras do Bulhão o que foi o programa Novas Oportunidades, batendo assim Paulo Portas em ósculos e abraços num terreno que é tão do agrado deste último. Prevejo que estas vão ser as eleições do sentimento.

Anúncios
No comments yet

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: