Skip to content

O homem que se chamava sexta-feira

Novembro 27, 2008

É uma delícia um gajo entreter-se com a colecção de incongruências que Dias Loureiro vai debitando em relação ao seu envolvimento na SLN e no BPN.

“Eu ainda hoje não sei se o banco fez alguma coisa de mal ou de bem”.  Mas pelo sim pelo não tirei de lá o meu dinheiro e as acções… (da entrevista com Judite de Sousa)

Anúncios
No comments yet

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: