Skip to content

Este tipo é mesmo bronco ou gosta de pregar a sua ignorância?

Novembro 25, 2008

Esta reabilitação de Marx serve os propósitos carreiristas de muitos generais académicos. O tal ‘regresso de Marx’ é uma maneira de perpetuar o domínio da geração de 1976 nas universidades portuguesas. Desta forma, novos autores como John Rawls, Charles Taylor ou Michael Walzer (e só estou a falar de autores de esquerda) ficarão na gaveta, e as universidades continuarão com a cabeça enterrada na areia marxista que beneficia os professores instalados.

Obviamente, qualquer um dos acólitos deste rejuvenescimento de Marx não reconhecem os autores citados como de esquerda. Rawls não é certamente e Walzer ainda menos. É o problema de ter o eixo anglo-americano como referência: apenas na América são estes autores conotados com a esquerda. Agora a burrice começa no exacto momento em que começa o argumento da novidade. É que o reinvestimento em Marx passa justamente pela sua redescoberta por outros tantos autores contemporâneos: Negri, Badiou, Zizek, Ranciére. E estes sim, são considerados de esquerda por quem assiste ao congresso do Carlos Marques.

Não lêem, não se informam, não indagam. Apenas possuem uma cartilha que repetem como papagaios tontos. É certamente uma conspiração de estúpidos.

Anúncios
No comments yet

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: